Make your own free website on Tripod.com

Resposta da Pergunta Nº 31 :

Na parte inferior da garganta do feto, exatamente acima do esterno, há uma glândula chamada Timo, que é maior durante o período de gestação e que se atrofia gradualmente à medida que a criança cresce, e desaparece completamente ao redor ou antes dos quatorze anos, quando os ossos já estão devidamente formados. A ciência tem-se confundido quanto à utilidade dessa glândula, aventando algumas teorias a respeito. Entre estas, há uma que insinua que ela supre a matéria para a produção dos glóbulos vermelhos até que os ossos estejam suficientemente formados para produzir esses corpúsculos sanguíneos por si mesmos.

Durante os primeiros anos, o Ego não desfruta da posse completa do seu pequeno corpo físico, e reconhecemos que a criança não é responsável pelos seus atos até os sete anos e mesmo até aos quatorze anos. Durante este tempo nenhuma responsabilidade jurídica por seus atos pode ser-lhe imputada, e assim é que deveria ser, pois o Ego só pode atuar completa e eficientemente no sangue que ele mesmo produz. E, sendo o estoque de sangue da criança fornecido pelos pais através da glândula Timo, a criança não pode ainda ter comando sobre si mesma. Eis porque nos primeiros anos as crianças não falam tanto de si como "Eu", mas sim identificando-se com a família. Deste modo referem-se a si geralmente como a menina do papai ou o menino da mamãe. A criancinha dirá: "Maria quer isto", "Joãozinho quer aquilo". Mas tão logo alcancem a puberdade e comecem a produzir seus próprios corpúsculos sanguíneos, então, ouviremos a menina ou o menino dizer: "Eu" quero fazer isto ou "Eu" quero fazer aquilo. Dai por diante as crianças começam a afirmar sua própria identidade e começam a emancipar-se da família.

Vemos que na infância tanto o sangue como o corpo, sendo uma herança dos pais, fazem com que as tendências para as enfermidades também estejam presentes. Não as doenças propriamente, mas apenas as tendências. Após os quatorze anos, quando o Ego começa a produzir seus próprios corpúsculos de sangue, fica dependendo dele a manifestação ou não dessas tendências em sua vida.


V O L T A R