Make your own free website on Tripod.com

Resposta da Pergunta Nº 12:

Quando o espírito sai do corpo na hora da morte, o panorama da sua vida passada desenrola-se diante dele durante os primeiros três dias e meio após a sua libertação do corpo. Estas imagens são gravadas no corpo de desejos e formam a base da vida no Purgatório e no Primeiro Céu, localizados no Mundo do Desejo. A vida passada é reproduzida em imagens que se apresentam em sentido inverso, de modo que as cenas ocorridas exatamente antes da morte são as primeiras a passar, seguindo-se a vida na fase da adolescência e da infância. No Purgatório, somente as cenas onde a alma errou são revividas, e ela vê-se no lugar daquele que prejudicou e sofre como sofreram aqueles que ela lesou na vida terrena. O registro destes sofrimentos é gravado indelevelmente no átomo-semente, única parte do corpo denso que a alma leva consigo e conserva permanentemente de uma vida para outra. Este é, de certo modo, o "livro" dos "Anjos do Destino" e, como o sofrimento causado por um certo ato foi gravado neste átomo-semente no Purgatório, é evidente que, numa nova vida, quando circunstâncias similares e antigas tentações surgirem à nossa frente, o sofrimento que experimentamos em decorrência daquelas ações já está inserido no átomo-semente para prevenir-nos que tal linha de conduta está errada. Esta é a "voz da consciência e, se o sofrimento acarretado no Purgatório foi suficientemente intenso, teremos o poder de resistir a qualquer tentação que surgir à nossa frente. Por outro lado, devido a diversas causas, se a dor não foi bastante intensa poderemos sucumbir numa outra vida, permanente ou temporariamente, às mesmas tentações que foram motivo de sofrimento nas vidas anteriores, apesar dos murmúrios e avisos da consciência. Mas, quando nos libertamos dos nossos corpos e entramos novamente no Purgatório, teremos ali um sofrimento adicional causado pela nossa condescendência à tentação. Os efeitos cumulativos deste sofrimento serão, finalmente, suficientes para impedir que continuemos a trilhar o caminho que nos causou tanta dor.

Quando uma tentação surgir à nossa frente numa vida terrena e for afastada conscientemente, teremos aprendido a lição e a consciência terá cumprido o seu propósito.

Respondendo definitivamente à pergunta, podemos dizer que a consciência é a memória do espírito em relação aos sofrimentos passados, em conseqüência dos erros cometidos nas vidas anteriores.


V O L T A R