Make your own free website on Tripod.com

Resposta da Pergunta Nº 10:

Num certo sentido durante a vida terrena, isto é, a doença manifesta-se primeiro no corpo de desejos e também no corpo vital, cuja textura se torna mais tênue pois não concentra o fluido vital na mesma proporção que o faz quando com saúde. Então, o corpo denso físico fica doente. Quando ocorre a recuperação, os veículos superiores apresentam uma melhora antes que a manifestação de saúde se torne evidente no Mundo Físico.

Mas, se o consulente tenciona saber a respeito das condições após a morte, o assunto é diferente. Embora uma pessoa possa ficar doente aqui, talvez acamada durante anos e incapaz de movimentar-se, quando sucede a morte e ela sente a ausência do corpo denso, há imediatamente uma sensação de alívio, um sentimento de alegria acompanhado de uma sensação de leveza que lhe é incomum. De repente, ela percebe que não está mais sentindo dor e é capaz de movimentar-se. Se compreender as condições atuais, saberá também que não é mais necessário que se alimente, pois o veículo de desejos não precisa reabastecer-se. No entanto, muitas pessoas não são conscientes do fato e, às vezes, nas regiões inferiores do Mundo do Desejo, notamos que participam de todos os movimentos de uma vida doméstica comum. Daí, os relatos de alguns investigadores espiritualistas que encontram essas condições no Mundo Invisível. Isto também acrescenta muito sobre o que George du Maurier relatou a respeito da vida de Peter Ibbetson e da Condessa de Towers no romance que ostenta o nome do herói. Recomendamos a leitura desse livro por oferecer uma excelente ilustração da ação da memória subconsciente, onde o herói trata da época da sua infância e das reais condições nas regiões inferiores do Mundo Invisível, nas quais suas experiências com a Condessa são incluídas.


V O L T A R