Make your own free website on Tripod.com

 

MESTRES ESPIRITUAIS

Quanto mais alto subirmos, seja por evolução ou iniciação, mais claramente vemos a luz, que é Deus, brilhando no topo; quanto mais fortalecidos estivermos, mais preparados estaremos para caminhar e subir sozinhos. Portanto, depois de um certo tempo não é necessário termos Instrutores para ajudar-nos e o lugar deles é então ocupado pelos Irmãos Maiores, conhecidos no Ocidente como amigos e conselheiros.

Os Irmãos Maiores da ordem Rosacruz procuram emancipar os Egos que chegam a eles. Procuram educar, fortalecer e fazê-los seus colaboradores. Nunca impelem, nunca elogiam nunca censuram. O desejo deve vir de dentro do aspirante, e eles o ensinam a julgar-se a si próprio. Em todos os aspectos, eles o educam para que aja por si mesmo, sem depender deles ou de alguém mais, pois, quanto mais alto se atinge, maior será o desastre em caso de uma queda. Somente ao cultivar o equilíbrio e a auto-confiança, juntamente com a integridade espiritual e o fervor da devoção, é que o aspirante está preparado para prosseguir.

Todo aquele que declara ser um Mestre deve ser capaz de evidenciar este título por usar a consciência do Período de Júpiter, pois os verdadeiros Mestres, os Irmãos Maiores, que estão agora preparando as condições de evolução que devem ser obtidas durante o Período de Júpiter, é que possuem a consciência pertencente àquele Período. Assim, de forma natural e sem esforço, projetam quadros sobre a consciência daqueles a quem estão se dirigindo e, deste modo, dão evidência de sua identidade. Somente eles são capazes de guiar outros com segurança, mas não funcionam como Mestres individuais. Nenhum mestre, verdadeira e altamente evoluído, seria capaz de dar seu tempo e energia à instrução de um único aspirante. Seres altamente evoluídos, como os Irmãos Maiores da Ordem Rosacruz, têm coisas muito importantes para cuidar e mesmo os irmãos leigos que foram iniciados por eles não têm permissão de incomodá-los por problemas pequenos e de menor importância.

Portanto, deve ser enfaticamente afirmado que os Irmãos Maiores habitualmente não visitam ninguém na Fraternidade Rosacruz ou fora dela como "mestres individuais, e quem pensar assim está enganado. Eles transmitiram certos ensinamentos que formam a base da instrução desta Escola e, ao aprender como viver esta ciência da alma, com o tempo, estaremos preparados para encontrá-los, face a face, na escola dos Auxiliares Invisíveis. Não existe outra maneira.

Contudo, o aspirante não precisa pensar que por falta de um mestre, ele se atrasará no progresso espiritual, nem precisa ficar preocupado a procura de um mestre. O que tem de fazer é começar a aperfeiçoar-se e prosseguir sempre, séria e persistentemente. Cada pensamento bom, amoroso e altruísta que tiver, aumentará, em conseqüência, a luminosidade e a força de vibração contida nele, até atrair a atenção dos mestres que estão atentos e prontos a ajudar aqueles que, devido a seus sérios esforços para se purificarem e servirem os outros, ganharam o direito de receber a primeira iniciação.

"Não deveríamos reconhecer nenhuma outra liderança que a de Cristo, nem mesmo a liderança dos Irmãos Maiores, pois ele atuam somente como amigos para aconselhar."

 

HOME

TEMAS ROSACRUZES

MAPA DO SITE