Make your own free website on Tripod.com

 

PLANETA PLUTÃO

 

Apesar de o planeta Plutão ter sido descoberto a mais ou menos quarenta anos atrás e de ser lento, existem informações astrológicas consideráveis a respeito deste. Ao analisar Plutão, utilizando as informações deixadas pela Mitologia, tem sido possível descobrir importantes informações que capacitam os astrológos a interpretar corretamente as influências deste planeta em cada signo, casa e aspecto. Existem muitas dicas algumas bem conhecidas como a transmutação, redenção, regeneração, degeneração, morte, renascimento, cooperação, ditadura, crime, coerção e mundo inferior. Tais atribuições mencionadas acima, estão relacionadas com a oitava casa; a casa da morte e herança. Na mitologia grega, Plutão era o deus das regiões inferiores denominado Hades, ou o inferno sob a ótica ortodoxa, onde existe o "fogo eterno". Tal fogo diz respeito ao sexo, à força criadora. Quando analisado, Plutão indica todas as fases e atividades sexuais e como as atividades sexuais são as que mais se destacam na vida e na morte, este planeta pode ser considerado como sendo a casa do poder da família planetária. Não deve ser encarado como um planeta estritamente maligno, mas sim como um planeta que exige que lutemos por alcançar os benefícios que nos são oferecidos. Plutão pode ser considerado como um planeta das regiões inferiores, que para o mundo material significa riqueza. Plutão, o Deus da Riqueza, era representado como sendo "cego", indicando que quando o homem dirige a sua atenção apenas para as questões materiais, ele deixa de atentar para as coisas mais virtuosas que se encontram ao seu redor. Logo, o amor pelo dinheiro é a origem de todo o mal. A palavra plutocrata é derivada de Plutão e significa poder, desejo de dominar através da riqueza oriunda de recursos ou do trabalho próprio. Tal riqueza está atrelada à oitava casa, a posição natural de Escorpião. Nesta casa se enquadram as heranças, questões legais, bônus, seguros e recursos similares. Tais recursos surgiram em vidas passadas, que se apresentam como herança na vida atual. Plutão e sua esposa Proserpina, governavam os espíritos dos mortos nas regiões inferiores, sendo que isto tem uma relação direta com a oitava casa, a casa da morte. Tanto Plutão quanto Proserpina, estão correlacionados com o elemento feminino e masculino, a procriação em si. Outra correlação com as questões pertinentes à oitava casa, se torna evidente quando consideramos a função de Ceres, a deusa do alimento e a mãe de Proserpina, de onde se origina a palavra cereal. No ciclo de crescimento do trigo assim como no de outras plantas, quando uma planta morre, a semente que a originou é enterrada e se regenera .Logo após a morte vem o renascimento. Plutão que é tido como o orientador ou co-orientador do signo de Escorpião, juntamente com Marte governa os órgãos de excreção que controlam a limpeza do sistema sangüíneo. Aqui vemos que Plutão age como um elemento de regeneração e transformação com relação aos órgãos excretores. Analisando sob o aspecto positivo, Plutão trabalha pela unidade através da organização. A regeneração do corpo e da mente ocorre quando há a interrupção da prática sexual para fins de satisfação dos desejos, onde as linhas de força ascendem a medula espinhal como um gás fluídico, vitalizando assim a glândula pineal que está sob a regência de Netuno. Logo o homem passa a crescer espiritualmente através da força da mente renovada. Como resultado, a regência de Plutão é convertida ou transferida para mente (Áries, regido por Marte) o lugar do pensamento e da glândula pineal. Sob o ângulo negativo, Plutão gera tirania, ditadura e organização com fins de dominar. Assim sendo, Plutão influencia os reinos inferiores, os gângsters e criminosos. Quando presente na oitava casa de um horóscopo pode indicar uma morte misteriosa, possivelmente através de cirurgia ou desaparecimento. Sob os aspectos adversos Plutão é um elemento criado nos planos invisíveis através de nossos maus pensamentos e hábitos praticados. Sob a ótica positiva, tem sido comparado a algo sagrado. Nenhum planeta pode indicar condições mais drásticas ou depravadas ou pelo contrário os mais elevados níveis de espiritualidade. As qualidades essenciais da natureza espiritual de um planeta devem coincidir com as qualidades principais do signo que este rege. Assim sendo, quando do estudo deste planeta é também necessário nos atentarmos para o signo de Escorpião. Sendo um signo fixo e aquoso, Escorpião pode estar relacionado ao gelo, como algo imóvel. Sob o aspecto emocional, sente da forma mais intensa. É através da força e do desejo que toda a humanidade gera o seu campo emocional a ser transmutado através do amor. Através deste recurso todos os seres viventes obtém a sua expressão criativa e perpetuação. Pelo fato de termos utilizado esta força de diversas maneiras em vidas passadas, todos os seres humanos possuem um potencial submerso que não é percebido na existência atual o "Inconsciente Coletivo".

Em termos convencionais, do ponto de vista ortodoxo, podemos dizer que Escorpião representa ou simboliza o mal. Isso expressa a atitude das pessoas que vêem a vida como algo bom ou ruim e não o meio termo. Tal conceito é necessário pois serve como guia de conduta para a humanidade em evolução. À medida que o homem evolui, essa consciência amorosa se torna mais espiritualizada e a sua inteligência mais desenvolvida. O amor próprio se transformará em amor fraternal, as forças sexuais serão canalizadas para a atividade mental. Toda a consciência individual amadurece e almeja a evolução, o desejo de adquirir mais sabedoria e realização de ideais. Logo a vida nada mais é do que um processo evolutivo. Escorpião na oitava casa torna possível a expansão de experiência em expressões transcendentais da nona, décima, décima primeira e segunda casas, casas que regem a mente, as relações sociais, os amigos e as lamentações. Ao ser analisado de uma forma mais dinâmica, Escorpião é o caminho do amor, da aspiração, das relações de amizade ou seja o caminho da sabedoria. Existe um fator psicológico desagradável que envolve a vibração de Escorpião e que tem que ser considerada, que é a frustração dos impulsos não liberados. Isso gera uma cristalização na natureza de desejos que resulta em problemas mentais e emocionais que podem afetar a humanidade em alguma fase de seu desenvolvimento. É verdade que existem pessoas que não necessitam liberar tais impulsos, porém são poucos. É natural e saudável que a pessoas experimentem relações amorosas. Poucos egos estão psicologicamente e emocionalmente preparados para uma vida celibatária, sendo que não seria bom para a sociedade, muitas pessoas terem este tipo de vida no seu atual estágio de desenvolvimento. Isso no entanto não deve ser entendido como um argumento para o uso indiscriminado do sexo. Essa mesma força, quando conservada pode ser transmutada em força espiritual e liberada na forma de atividade mental e epigênese. Para as pessoas que estão conscientes da verdadeira natureza e objetivo da força criadora e sob os meios de canalizá-la para cima, não há motivo para enfrentarem frustração. Quando há a presença de um Escorpião ou Plutão insatisfeito no tema natal, uma configuração em que não está presente a liberalização de tais impulsos para a propagação, isto indica a possibilidade de que as pessoas possam demonstrar expressões de crueldade, desonestidade, assassinato e outros impulsos destrutivos em substituição à gratificação de seus desejos. Assim como o corpo físico pode apresentar sinais de irritação devido à não liberalização desta energia, a consciência também pode expelir os ímpetos de raiva. A história do desenvolvimento da humanidade como um organismo sexual é caracterizada pelo terror, perversão, doença e loucura, pois a maioria das pessoas têm vivido emocionalmente, com falsos padrões de puritanismo e promiscuidade. Estamos finalmente começando a sentir os problemas causados por tais doenças emocionais e sendo forçados a chegar `a conclusão de que a vida não pode ser bem vivida se não for baseada no amor fraternal e na saúde. O remédio para todas as doenças emocionais é encontrada na educação espiritualizada juntamente com uma vida baseada no amor. Assim sendo os desejos serão transmutados em amor, assim como a redenção dos débitos cármicos serão espiritualizados conscientemente.

As lições mais significativas que Plutão ensinar, irão ser aprendidas e a potência de Escorpião será verificada com o desenvolvimento de uma mente, vida e pensamentos puros. Logo os aspectos diversos deste planeta e signo não nos afetarão, sendo que seremos capazes de alcançar um grande crescimento espiritual sob a sua regência benéfica.

 

rosacruzandre@ig.com.br

 

ASTROLOGIA

TEMAS ROSACRUZES

MAPA DO SITE